terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Bíblia Literal do Texto Tradicional, **sem notas**, GRATUITA para download e uso offline

Versão tamanho A4 (21 x 29,7 cm): LTT-2017 (Bíblia Literal Do Texto Tradicional, o TT), **sem** notas, 12 MB, GRATUITA para download e uso offline, para ler em qualquer PC, tablet >= 10 polegs (difícil para ler em tela pequena demais, de smartphone) com qualquer sistema operacional, basta você ter um leitor de PDF (instale o Acrobat Reader, gratuito).
1.a) Baixe a LTT-2017 de https://cloud.acrobat.com/file/8bfc4f44-402e-4986-9ecd-2fe19f74ea52 .

Aja LOGO, talvez o serviço de cloud seja temporário ou seja descontinuado se houver muitos downloads, não sei.
1.b) e salve no seu PC/notebook/tablet/smartphone,
1.c) e, tanto quanto quiser e puder, use sua LTT-2017 e anuncie, e (gratuitamente) distribua a todos as possas.

OU, pelo Google Drive 
Breve Histórico e Diretrizes Seguidas ao Trabalhar na LTT: 

NT da LTT, breve histórico e diretrizes que seguimos:  Trabalho iniciado em 1997/1998, baseado no Textus Receptus (nas suas 3 edições:  - Scrivener 1894 (também conhecido como TR- 1611, por reproduzir o TR definido pelos tradutores da KJB- 1611),  - Beza 1598, e  - Stephanus 1550/1551 com o auxílio de 4 interlineares grego- inglês: - Berry's Interlinear Greek- English New Testament (em papel),  - IGNT da Online Bible,  - Stephanus- 1550 Textus Receptus Interlinear TRi (com acentos e análises sintáticas) e  - Green's Literal Translation of the Holy Bible LITV 1985 (não usamos Gary F. Zeolla's Analytical- Literal Translation ALT porque no VT inclui os apócrifos e é influenciado pela fraudulenta Septuaginta e, no NT, segue o Texto Majoritário de Hodges- Farstad, que difere do TR em 994 versículos), e com o auxílio de mais 2 Bíblias literais (além dos 4 interlineares acima, que também são Bíblias literais): - Young's Literal Translation YLT 1898,  - Smith's Literal Translation SLT 1876 (de Julia E. Smith Parker); e com o auxílio de mais 17 das melhores e mais fiéis traduções (além das 8 traduções acima) que já foram feitas do Textus Receptus: 3 Bíblias em inglês:  - King James Bible (KJB- 1611) (a absoluta rainha de todas as traduções),  - Tyndale (só NT) 1536,  - Darby 1890 (fugindo de suas contaminações por modernistas, liberais, e TC's de Griesbach, Lachmann, Scholz e Tischendorf); 7 Bíblias em português, fiéis herdeiras do que saiu da pena de João Ferreira de Almeida: - Almeida Corrigida Fiel (ACF) SBTB 1995, 2007 e 2011,  - Almeida da Trinitarian Bible Society 1947/1948,  - Almeida impressa por Taylor, Londres, 1819,  - Almeida 1753, e  - Almeidas 1681/1693 (ambas só têm o NT), 4 Bíblias em espanhol:  - Reina- Valera RV 1569 e 1602 (presente do missionário Robert R. Breaker III),  - Reina- Valera- Gomez 2004 e 2010; 3 Bíblias em outras línguas latinas:  - Darby (em francês) 1895 (fugindo de suas contaminações por modernistas, liberais, e TC's de Griesbach, Lachmann, Scholz e Tischendorf),  - Ostervald (em francês) 1744,  - Diodati (em italiano) 1649.  (As 14 Bíblias em português + espanhol + francês + italiano me foram importantes por serem em línguas latinas, de estrutura mais próxima da nossa do que qualquer Bíblia em inglês, alemão, etc.); e com o auxílio de alguns livros de exegese (tais como os 12 encontrados em http://biblehub.com/commentaries/: - 8 englobando a inteira Bíblia: Ellicott; Benson; Barne; Jamieson- Fausset- Brown; Gill; Cambridge; Pulpit; Keil- Delitzsch;  - 4 englobando somente o NT: Meyer's NT, Expositor's Greek Testament, Bengel, Vincent's Word Studies. Também John A. Broadus' Commentary on Matthew, e A.W. Pink's Commentary on Hebrews; Também outras exegeses de escritores tais como Dean Burgon, Donald A. Waite, David Cloud, Teno Groppi, Ron Smith, Peter Ruckman, Will Kinney, E. F. Hills, e muitas dezenas de outros que tenho ouvido em pregações ou lido desde 1974. Muito importantes: para Gênesis - Atos: as notas marginais dos tradutores da KJB- 1611; para Romanos - Apocalipse: Translating for King James - Notes made by a translator of King James' Bible; authors Bois, John; Allen, Ward; Walker, Anthony; publisher Vanderbilt University Press; e com o auxílio de vários dicionários, léxicos, gramáticas e outros auxílios para o grego (lembre-se de que a KJB- 1611, entendida à luz de um bom dicionário de inglês do século 17 ou 18, é o melhor dicionário/ léxico do hebraico e do grego da Bíblia, tendo prevalência sobre qualquer outro).  
LTT – Bíblia Literal do Texto Tradicional, 2015 Capas e Preliminares ix  Estimamos que determinamos 90% das traduções dos versículos do NT apenas colocando o Stephanus- 1550 Textus Receptus Interlinear (TRi) à frente, a Almeida 1681/1753 à esquerda, e a KJB- 1611 (a rainha de todas as traduções) à direita, e os três escritos fácil e imediatamente se harmonizavam perfeitamente, só tivemos que expressá-los em português o mais literal e fielmente possível, esforçando-nos para ficar o mais próximo possível da ordem das palavras em grego. Nos restantes 10% dos versículos, nós precisamos estudar mais tempo e mais profundamente nas outras 6 Bíblias interlineares/ literais citadas, resultando que, em 9% dos versículos, o peso das evidências foi muitíssimo maior em favor de uma tradução (e, ao que lembramos agora, tal tradução que adotamos, para português, sempre se harmonizou com a KJB- 1611, nunca foi diametralmente oposta a ela). Nos restantes 1% dos versículos, que foram os casos mais difíceis, à primeira vista poderia parecer haver duas alternativas de tradução quase que igualmente aceitáveis (se usássemos meramente léxicos e dicionários e gramáticas), porém ensinando conteúdos algo diferentes. Nesses casos, sempre nos debruçamos mais tempo (horas e dias) e mais profundamente em todas as ajudas de que dispúnhamos, e adotamos a alternativa que melhor se encaixava com o contexto (imediato, mediato, e mesmo de toda a Bíblia), a alternativa que melhor se encaixasse com a mais sã doutrina unânime das Escrituras (novamente, ao que lembramos agora, a tradução que adotamos sempre se harmonizou com a KJB- 1611, nunca foi diametralmente oposta a ela). 
Desde o início queríamos nos basear somente no TR de Scrivener- 1894, mas só o tínhamos em papel e não no nosso computador, por isso usamos o interlinear TRi de Stephanus- 1550 (do software TheWord, com análise sintática), que é praticamente igual a Scrivener. No entanto, ao final, tomamos a lista das 20 palavras onde a diferença entre esses dois TR pode transparecer depois da tradução para português, e revisamos a LTT para corresponder exatamente a Scrivener. Assim, é justo se dizer que a LTT corresponde exatamente ao TR formado nas mentes (mas não impresso nem publicado) dos 47 (ou mais) tradutores da King James Bible (KJB) de 1611, sendo tal compilação do TR praticamente (mas não totalmente) idêntica ao TR de Scrivener-1894, que é praticamente idêntico ao TR de Beza 1598 e aos TR's de Stephanus de 1550 e 1551, que são praticamente idênticos ao TR de Erasmo (suas 3ª, 4ª e 5ª edições). 

Outra opção para DOWNLOAD, CLICK AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.